Seminário Territorial
29 de junho de 2017

Seminário Territorial Núcleo de Capanema

Lideranças brasileiras e argentinas apresentam projetos

para desenvolvimento de municípios na fronteira

Grupos capacitados pelo Sebrae/PR apresentarão à comunidade, nos dias 29 e 30 de junho, os trabalhos desenvolvidos no programa de formação de lideranças

Em abril deste ano, o Sebrae Nacional e o Sebrae/PR deram início a projetos de desenvolvimento territorial em duas áreas de fronteira com a Argentina, abrangendo os municípios paranaenses de Santo Antonio do Sudoeste, Pérola d'Oeste, Pranchita, Capanema, Planalto e as cidades argentinas de Comandante Andresito e San Antonio. A primeira fase de implantação, com a formação de lideranças, será concluída nesta semana, com a apresentação dos trabalhos elaboradores por integrantes do Comitê de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas (MPE Fronteira), formados pela Escola de Desenvolvimento de Líderes do Sebrae/PR.

Na quinta-feira, 29 de junho, a partir das 8h, o comitê de Capanema, Planalto e de Comandante Andresito (ARG) apresentará os projetos pensados para o desenvolvimento do Território da Fronteira no Instituto Federal do Paraná (IFPR) – campus Capanema. No dia 30, no mesmo horário, será a vez dos integrantes de Santo Antonio do Sudoeste, Pérola d'Oeste, Pranchita e San Antonio divulgarem para a comunidade o que pensaram para o desenvolvimento da Fronteira. O evento está agendado para o Centro de Eventos Heitor Rodrigues, em Santo Antonio do Sudoeste.

A consultora Maria Auria Mulhmann, gestora do programa de Ambiente de Negócios da Regional Sul do Sebrae/PR, conta que, durante a formação na Escola de Desenvolvimento de Líderes, os integrantes elaboraram projetos em quatro áreas: Aduanas; Turismo Integrado; Comitê de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas; e Educação e Desenvolvimento de Liderança.

“Foram trabalhadas soluções para temáticas importantes para o desenvolvimento territorial, resultado da cooperação de parceiros públicos e privados. A população e os representantes do Poder Público poderão conhecer as estratégias planejadas para incentivar os pequenos negócios no Território da Fronteira”, adianta Maria Auria.

Núcleo Capanema
As apresentações sobre o desenvolvimento da Fronteira começam no dia 29, em Capanema. Segundo o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Capanema (Acec), Luiz Vicente Hartmann, o programa para o desenvolvimento do Território da Fronteira, promovido pelo Sebrae Nacional e Sebrae/PR veio ao encontro de ideias que já circulavam na entidade.

“O processo de integração com os argentinos estava relegado a segundo plano. Estamos tão próximos, é preciso perceber que a integração Brasil-Argentina é uma ferramenta de desenvolvimento regional. Queremos mostrar que existem soluções”, relata Hartmann, que é integrante do grupo relacionado ao tema Aduanas.

Para o presidente da Acec, o primeiro passo para dar início à real integração está relacionado à liberação do trânsito na fronteira 24 horas por dia. Atualmente, a aduana só funciona das 7h às 19h.

Organização
Luis Fernando Favretto Luersen, empresário de Planalto, é o presidente da governança do grupo de Capanema, Planalto e Comandante Andresito. Ele elogia a forma de organização do programa para o desenvolvimento do Território da Fronteira.

“É uma iniciativa muito importante, que já mostrou resultados na região da Tríplice Fronteira (Barracão, Dionísio Cerqueira e Bernardo de Irigoyen). Sem a integração, os dois lados deixam de ganhar. O desenvolvimento em parceria com os argentinos é fundamental e percebemos que a situação já começa a mudar, com o trabalho em conjunto na escola de líderes”, reflete Luersen.

O empresário comenta que, apesar de serem projetos bastante distintos, os temas estão interligados e devem acontecer simultaneamente, por serem complementares.

A vice-presidência da governança do núcleo de Capanema está a cargo de Villalba Jonatan Ariel, argentino que trabalha em uma instituição privada vinculada ao governo local de Comandante Andresito. Ariel destaca a maneira como o programa de desenvolvimento territorial está sendo implantado.

“Creio que verdadeiramente veio a abrir portas nos dois países e clarear ideias. Do nosso ponto de vista, é algo sumamente positivo e estamos encaminhando para ações concretas nos dois países”, diz o vice-presidente. Ariel salienta ainda que todos os integrantes dos grupos trabalharam de forma voluntária, em prol de um projeto para a região.

Núcleo Santo Antonio
No dia 30 de junho, será a vez da comunidade da região de Santo Antonio do Sudoeste, Pranchita, Pérola d'Oeste e San Antonio conhecer as propostas do Comitê MPE Fronteira.

Maurício Machado de Souza, engenheiro civil em Santo Antonio do Sudoeste, é o presidente da governança. Representante da iniciativa privada, mas tendo trabalhado na Administração Municipal por 12 anos, Souza revela que o grupo espera o apoio da população para os projetos.

“Queremos apresentar à comunidade a visão do que esperamos alcançar no futuro e conquistar o apoio das lideranças políticas e das entidades parceiras”, completa Maurício de Souza.

Gabriel San Juan, argentino que reside em San Antonio, na província de Misiones, é o vice-presidente da governança do núcleo e integra o grupo de Aduanas. Técnico agrônomo, atualmente é secretário de gabinete da Municipalidade de San Antonio.

“Do meu ponto de vista, e creio que da maioria dos que conhecem o programa, é uma oportunidade única que se apresenta para possibilitar o desenvolvimento da fronteira. Agradecemos ao Sebrae Nacional e Sebrae/PR por saber interpretar a vontade da população da Fronteira de crescermos juntos e por nos colocar como parceiros”, atesta San Juan.

Preparação
Marizete Aparecida Coelho Marsango, empresária no ramo de materiais de construção em Santo Antonio do Sudoeste, é a vice-líder do Comitê MPE Fronteira. Para ela, a capacitação desenvolveu habilidades em vários campos.

“Todos nós nos desenvolvemos no campo pessoal, também. Nos preparamos para os desafios que virão após apresentarmos os projetos. Também melhorei como líder na minha empresa”, observa Marizete.

A empresária aponta que o desejo de todos é que os projetos sejam abraçados pela comunidade. “Estamos ansiosos para colocar em prática o que foi planejado. Vamos convidar mais empresários e lideranças para que venham trabalhar conosco”, adianta Marizete.

Apoio
O Programa de Desenvolvimento do Território da Fronteira tem como parceiro o Comitê de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas (MPE Fronteira). No núcleo Capanema, conta com o apoio das Prefeituras de Capanema, Planalto, Intendência de Comandante Andresito (ARG), Instituto Federal do Paraná (IFPR) e associações empresariais de Capanema (Acec) e de Planalto (Acep).

No núcleo Santo Antonio, o programa é apoiado pelas Prefeituras de Santo Antonio do Sudoeste, Pérola d'Oeste e Pranchita, Intendência de San Antonio (ARG) e associações empresariais de Pérola d'Oeste (Acepo), Pranchita (Acepra) e Santo Antonio do Sudoeste (Acesas).

 

Fonte: SEBRAE
 
Praça São Francisco de Assis, 1583
CNPJ: 76.460.526/0001-16
Emancipação: 24/06/1963 -
Instalação: 11/11/1963
 
Contato:
(46) 3555-8100
Horário de Atendimento:
2016 - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Grupo Mar Virtual