Hospital da Fronteira
06 de setembro de 2017
Marcia Raquel

Hospital da Fronteira será debatido em audiências públicas

A construção de um hospital público na Região de Fronteira (Sudoeste do Paraná) vem sendo discutida pelos municípios de Capanema, Realeza, Planalto, Pérola D´Oeste e Bela Vista da Caroba. Prefeitos e secretários de saúde se reuniram nesta sexta-feira (01) com o deputado federal Assis do Couto (PDT-PR), em Capanema, para elaborar um plano de ação e avançar no projeto.

A proposta é a construção de uma unidade de saúde para atender média complexidade e maternidade através da criação de um consórcio intermunicipal. Atualmente, nenhum dos cinco municípios contam com hospitais públicos ou filantrópicos que atendam este setor. Isso significa que qualquer procedimento de média complexidade, como cirurgias de vesícula ou varizes, dever ser feito em Curitiba, Francisco Beltrão ou mesmo em Cascavel.

“Este não é um projeto apenas do deputado Assis, é um projeto da Região de Fronteira, de uma microrregião de cinco municípios que tem mais de 60 mil habitantes e que precisa de um empreendimento para melhorar a vida das pessoas, diminuir a distância, diminuir o sofrimento, diminuir o custo que as prefeituras têm hoje com esse sobe e desce, com esse bate e volta com pacientes em cima de carros”, argumentou o deputado.

Um estudo de viabilidade do projeto está sendo realizado pelo consultor do Sebrae, Tarcísio Reinehr através do Programa de Desenvolvimento Territorial que a meses vem sendo fomentado em nossa fronteira. A proposta, com base neste estudo, deverá ser discutida em audiências públicas. Além disso, caso a decisão seja pela construção, as Câmaras Municipais, deverão aprovar um Termo de Adesão, que garanta a continuidade dos municípios no projeto, independente da mudança na administração municipal.

O principal desafio, segundo Assis, não é a captação de recursos para a construção e manutenção do hospital. É, segundo o parlamentar, colocar em um mesmo projeto, cinco prefeituras, cinco Câmaras Municipais falando a mesma língua e agindo da mesma forma, entendendo e respeitando a pluralidade política. “As pessoas terão que se despirem dessas ideias políticas partidárias e trabalharem juntos em um projeto que exige a unidade de todos. Portanto nós queremos que o projeto seja construído com a grande participação da população. Foi encaminhado aqui a realização de audiências públicas para debater a proposta em todos os municípios, então eu quero convocar a população para que participe”, ressaltou.

Quanto a captação de recursos, Assis do Couto afirmou que será necessária uma ação conjunta dos prefeitos e parlamentares da região, além dos recursos via Sistema Único de Saúde (SUS) e convênios. “Quanto a manutenção, hoje temos o SUS que mantém uma parte dos custos de hospitais conveniados, temos vários programas para hospitais de pequeno porte. E o restante que falta, necessariamente será pago pelas prefeituras. Esse é o nosso dilema maior, porque quando tomarmos a decisão, teremos que ter um compromisso político, jurídico e institucional entre os municípios da região”, avaliou.

Já em relação aos recursos para a construção, o parlamentar avalia que é possível através de emendas parlamentares e demais verbas destinadas para investimento em saúde. “Eu estou disposto a colocar recursos de emendas nessa construção porque vejo a necessidade, como fiz no CRE (Centro Regional de Especialidades), que custou R$ 5 a R$ 6 milhões e nós temos quatro deputados que colocaram emendas, então todos estão juntos naquele projeto. E aqui também, a gente espera que todos os deputados que têm votos na região, também coloquem um pouco de recurso para 2018”, finalizou.

Dos cinco municípios envolvidos no projeto, apenas o prefeito de Bela Vista da Caroba não compareceu à reunião em função de compromissos agendados anteriormente. Além dos prefeitos, participaram também secretários municipais de saúdes, o consultor do Sebrae, e assessores parlamentares.

Fonte: Marcia Raquel
 
Praça São Francisco de Assis, 1583
CNPJ: 76.460.526/0001-16
Emancipação: 24/06/1963 -
Instalação: 11/11/1963
 
Contato:
(46) 3555-8100
Horário de Atendimento:
2016 - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Grupo Mar Virtual